O brincar heurístico e a relação com o conhecimento matemático na Educação Infantil

Autores

  • Ana Beatriz Souza Cerqueira acerqueira@educacao.curitiba.pr.gov.br
    Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)
  • Débora Ferreira Martins deborafmsobzak@gmail.com
    Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)
  • Noemi Sutil noemisutil@utfpr.edu.br
    Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)
  • Lilian de Souza Vismara lilianvismara@utfpr.edu.br
    Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Palavras-chave:

Brincar Heurístico, Educação Infantil, Campos de Experiência, Conhecimento Matemático

Resumo

A Educação Infantil, primeira etapa da Educação Básica, é marcada pela curiosidade e interação das crianças com o mundo ao seu redor. O brincar heurístico, proposto por Goldschmied e Jackson (2006), destaca-se como uma abordagem que enriquece as aprendizagens por meio de investigações livres com objetos, estimulando a criatividade e autonomia infantil. Nesse cenário, o corpo das crianças se transforma em um meio de reconhecimento, e os movimentos do corpo se convertem em seu primeiro brinquedo, à medida que elas desempenham o papel de agentes sociais ativos, sendo influenciadas pelas experiências proporcionadas dentro do ambiente educacional. O brincar heurístico é abordado pela ação docente, considerando a cognição, emoção e aspectos sociais, permitindo uma aprendizagem mais completa. Este estudo enfocou a relação do brincar heurístico com o conhecimento matemático na Educação Infantil, embasado nos Campos de Experiências da BNCC (BRASIL, 2018) e no Currículo Municipal da Educação Infantil (CURITIBA, 2022). Buscou-se observar e escutar as crianças em suas linguagens, incluindo a linguagem matemática. As brincadeiras das crianças impulsionaram práticas pedagógicas que responderam à pergunta-chave: "Como o brincar heurístico fortalece as brincadeiras e interações no cotidiano da Educação Infantil, especialmente no que se refere ao desenvolvimento matemático?". Concluiu-se que o brincar heurístico é uma ferramenta valiosa para promover o desenvolvimento de habilidades matemáticas desde a primeira infância. Ao explorar objetos e materiais de forma livre e investigativa, as crianças desenvolvem conceitos matemáticos fundamentais, como quantidade, forma, tamanho e padrões. Em síntese, este estudo enfatiza a relevância do brincar heurístico como prática pedagógica para fortalecer as experiências de aprendizagem na Educação Infantil, sobretudo no contexto da matemática.

Referências

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/abase/#infantil. Acesso em: 1 ago. 2023.

FOCHI, P. (org.). O brincar heurístico na creche: percursos pedagógicos no Observatório da Cultura Infantil – OBECI. Porto Alegre: Paulo Fochi Estudos Pedagógicos, 2018.

GOLDSCHMIED, E. JACKSON, S. Educação de 0 a 3 anos: o atendimento em creche. 2. ed. Porto Alegre: Grupo A, 2006.

MOSS, P. Reconceitualizando a infância: crianças, instituições e profissionais. In: MACHADO, Maria Lúcia de A. (Org.). Encontros e desencontros em educação infantil. São Paulo: Cortez, 2002. p. 235-248.

TANCREDI, R. M. S. P.. A matemática na educação infantil: algumas ideias. In: PIROLA, N. A.; Amaro, F. O. S. T. (Org). Pedagogia cidadã: cadernos de formação: educação matemática. Unesp: Pró-Reitoria de Graduação, 2004.

Publicado

2023-08-16 — Atualizado em 2023-08-17

Versões

Métricas


Visualizações do artigo: 76     PDF downloads: 72 e-Pôster downloads: 0

Como Citar

Cerqueira, A. B. S., Martins, D. F., Sutil, N., & Vismara, L. de S. (2023). O brincar heurístico e a relação com o conhecimento matemático na Educação Infantil. II FTPEM - Fórum Tocantinense De Formação De Professores Que Ensinam Matemática, 1(1). Recuperado de https://ojs.sbemto.org/index.php/FTPEM/article/view/27 (Original work published 16º de agosto de 2023)

Edição

Seção

Relato de Experiência